Metáfora: Saiba o que é, conceitos, tipos e como usar

Écrit par

Vous cherchez quelqu'un pour faire votre travail scolaire, Mémoire de recherche, thèse ou tout autre travail académique? Cliquez ici et faites votre budget dès maintenant!

A língua portuguesa é a mais completa do mundo, não é a mais falada e nem a mais popular, porém daqui há 200 anos, quando os historiadores abrirem os registros, as histórias mais completas com figuras de linguagem como a metáfora será a nossa.

Isso ocorre porque o português é oriundo do latim diferente das línguas saxônicas que passaram por uma influência dos povos bárbaros na história, o que acabou por simplificar fonemas e figuras de linguagem. 

Somente nossa língua é composta por mais de 35 figuras de linguagens diferentes e uma gama de possibilidades absurdas capazes de escrever os mais lindos textos, crônicas, poemas e canções.

Não é à toa que dominar a língua portuguesa é um dos maiores desafios e sequer podemos dizer que nós brasileiros temos a completa noção do nosso próprio idioma.  Recentemente, muitos estrangeiros ficaram famosos criando conteúdos na internet falando sobre nossa língua.

É incrível a dificuldade deles de compreender os gêneros, e todas as outras regras compostas nesse mar linguístico a qual estamos inseridos todos os dias. E se fossemos falar todas as figuras de linguagem, não caberia em um único só artigo.

Por isso, separamos no dia de hoje uma das mais conhecidas e utilizadas praticamente todos os dias pelos brasileiros nos mais variados sentidos e conotações possíveis. 

Estamos falando da metáfora. E nosso objetivo será explicar de forma clara e objetiva todos os seus conceitos, tipos e formas de utilizá-la, seja na forma falada ou escrita. Esperamos que você aproveite o conteúdo.

O que é metáfora?

A metáfora é uma figura de linguagem que busca fazer a comparação de dois elementos diferentes atrelando uma semelhança entre eles. O mais comum é que sejam utilizados em sentidos figurados e em diferentes situações que podem englobar:

  • Animais;
  • Pessoas;
  • Objetivos;
  • Situações do dia a dia

Esses são os tipos de metáforas mais utilizados, é extremamente comum para elucidar algo que é de difícil compreensão. Nossa mente funciona com inter relações de pensamentos e situações. Os neurônios captam essas relações e fazem assimilações entre eles. 

Exemplos de metáforas

Vejamos alguns exemplos de metáforas que podem ser utilizadas diariamente e que te darão uma compreensão melhor sobre o tema.

Note que a pessoa realizou uma comparação de uma atividade industrial com algo que remete a infância da mesma. Ou seja, nesse sentido a automação é comparável ao macarrão que sua mãe fazia aos domingos.

Se essa pessoa estivesse falando isso para um grupo de amigos que conhece a sua mãe, é possível que eles assimilassem as diversas vezes que comeram o macarrão. Agora, se esse exemplo tivesse sido dado para pessoas que sequer tiveram contato, não faria sentido.

Essa é a metáfora que pode ser introduzida somente em locais onde existe conhecimento de assunto, agora veja esse exemplo:

“Esse menino é pior que um bicho-preguiça de tão lerdo.”

Note que a comparação ao bicho-preguiça que é por natureza um animal mais lento, é atrelada a forma como o menino reage a determinadas situações. A metáfora quando colocada de forma correta pode gerar apelidos e situações engraçadas para toda a vida.

Agora vejamos mais um exemplo:

A ideia é remeter ao sentimento de felicidade ao estar com uma pessoa ou um local. Note que viver no paraíso é um termo abstrato, assim como viver em outro planeta. Até o momento, é algo impensável para nossa realidade atual.

Contudo esse tipo de utilização da metáfora acaba por demonstrar ao nosso imaginário uma noção do quão especial é estar naquele lugar ou com aquela pessoa amada. São diversos exemplos que podem ser utilizados para explicar o uso dessa figura de linguagem.

Onde usar a metáfora 

Na comédia e em discursos políticos, a metáfora é utilizada das mais variadas formas para os mais variados fins. Quando um comediante brinca com alguém da plateia, utiliza de diversas figuras da linguagem como a ironia, o sarcasmo e é claro a metáfora. 

Em tempos de eleição, existem políticos que por mais eruditos que sejam não chamam a atenção do público. Por exemplo, se for fazer uma explicação sobre talvez usando termos técnicos as pessoas não compreendam. 

Agora, quando os políticos usam de linguajar simples, técnicas de locução metafóricas que produzem frases de impacto e marcam a vida de eleitores e costumam ser utilizadas em diferentes épocas. 

É importante dentro da linguagem escrita e falada envolver as pessoas no seu imaginário. O imaginário das pessoas é construído na infância e na influência artística que as pessoas são submetidas ao longo de suas vidas, por isso a leitura é tão importante.

A metáfora só pode ser compreendida pelas pessoas quando existe uma compreensão de mundo maior. E é por isso que crianças pouco entendem brincadeiras adultas ou os mais novos acham comentários dos mais velhos sem graça, ou sem sentido.

A verdade é que o tempo, a leitura e a experiência de vida irão aprimorar para você a compreensão das metáforas e criar frases metafóricas de forma mais correta. Eis a necessidade de saber usar nos momentos adequados, seja no texto ou na fala. 

Não confunda metáfora com comparação

A metáfora é a conjunção de uma junção de termos que fazem assimilação sem deixar explícito a comparação. Quando comparamos uma pessoa a algo é comum que utilizemos as palavras “como”; “igual a”; “tal” e outras.

Um exemplo: “O time do Palmeiras é tão bom como o Real Madrid da Espanha.” 

Note que utilizamos o time do Palmeiras e comparamos o mesmo com o time espanhol. Veja que isso remete uma assimilação, mas não fica intrínseco como o caso metafórico que daremos a seguir.  

“O Palmeiras é o Real Madrid das américas.” 

Note que em vez do “como” utilizamos “é” dando uma ideia direta que o Palmeiras é o Real Madrid das Américas, ou seja, a frase  é marcada pela ausência de expressões que indiquem explicitamente algo.

É muito comum pessoas que estejam estudando sobre metáforas acabam por cometer esse erro, afinal, acredita-se que para fazer uma boa metáfora basta fazer uma comparação, mas não é bem tão simples  

Considere fazer alguns exercícios sobre o assunto. Existem muitos conteúdos excelentes na internet gratuitos capazes de expandir seu conhecimento sobre o assunto. Estudar com exercícios práticos é registrar o conhecimento no seu HD.

Percebam que nesta última frase fizemos uma metáfora com a capacidade de registrar conhecimento do nosso cérebro ao HD de um computador. Caso você não faça exercícios, será como escrever na areia, assim que a água passar tudo irá se apagar. 

E nesse último caso, comparamos a ausência da prática de exercícios mentais ao conhecimento que esvai com o tempo. 

Considérations finales

Quando falamos de figura de linguagem é preciso compreender cada uma de forma separada e depois identificar as maneiras de juntá-las. Essa é a maior dificuldade quando falamos da língua portuguesa, compreender as oportunidades para construir um bom texto. 

Não se esqueça que a metáfora não pode ser utilizada com expressões que a indiquem de forma explícita, mas pelo contrário, apesar de fazer uma assimilação direta, deve ficar entrelinhas para compreensão dos mais atentos.

Frases correlatas e sarcasmo podem ser utilizadas também para envolver o público se o seu objetivo é fazer um bom discurso ou tentar vender-se perante situações do dia a dia da sua ou até mesmo conquistar uma pessoa amada. 

Nossa última dica é ler muito, quanto mais você ler, maior será a sua capacidade de captar o uso dessas metáforas, já que você estará adicionando palavras ao seu vocabulário e  aumentando o seu imaginário.

Esperamos que o texto de hoje tenha sido extremamente útil. Faça dele o seu guia e siga nossas orientações e dessa maneira será possível entender e até mesmo elaborar novas metáforas.

Laisser un commentaire