¿Por qué la lectura es un desafío para Brasil?

Escrito por

¿Busca a alguien que haga su trabajo escolar, TFM y TFG, Tesis o algún otro trabajo académico? ¡Haz clic aquí y haz tu presupuesto ahora mismo!

A principal ferramenta da educação é a leitura, base para a formação de um cidadão consciente e culturalmente evoluído.

Não apenas em relação aos estudos, estimular este hábito e o gosto pelos livros, é uma forma de cuidado e atenção com o próximo, pois se trata de uma relação realmente impactante na vida de uma pessoa.

Com tantos benefícios, bem como sendo reconhecida pelo povo brasileiro, trouxemos este artigo para levantar as causas de a leitura ainda ser um desafio tão grande no país.

Analfabetismo funcional: o grande desafio

Um dado atua como um cone de sinalização de algo está errado: o analfabetismo funcional aumentou de 27% para 29% entre 2015 e 2018, segundo dados do G1, ainda que o Plano Nacional de Educação (PNE) visasse uma diminuição para 13,5% até 2024.

Falamos em analfabetismo funcional para caracterizar aqueles que sabem reconhecer letras e números, mas não são capazes de interpretar informações e realizar operações simples.

Dessa forma, estimular o hábito da leitura desde a tenra infância não é apenas cuidado e carinho, e sim uma atitude que pode transformar o futuro daquele indivíduo.

Temos tecnologias que transformaram o mundo nos últimos 20 anos, como sistemas automatizados e quadros de controle inteligentes, como um CCM inteligente, com sistemas cibernéticos que monitoram processos industriais, mas estamos regredindo na educação.

Seja para realmente estudar ou por prazer, ler estimula diversas regiões do cérebro, sendo fundamental para o aprendizado, desenvolvimento do raciocínio lógico e do senso crítico. Além disso, é o único meio de aprender a interpretar conteúdos textuais.

Frente a tantos avanços do mundo moderno, temos um movimento contrário no que diz respeito ao interesse pela leitura. Mas é lendo que se aprende os mais diversos assuntos, conceitos e teorias, a analisar diferentes facetas de um mesmo assunto.

De filosofia, literatura até textos técnicos como entender funcionalidades de dispositivos especiais, não há limites de onde o conhecimento pode chegar.

Por que a leitura é um desafio para o Brasil?

A desinformação no Brasil

O cenário brasileiro, infelizmente, é cada vez mais preocupante, como mostram as estatísticas. Muitas de nossas universidades federais se encontram à beira do fechamento por redução de verbas públicas, apesar de que os impostos estão cada vez mais altos.

Ainda que nosso país seja um enorme berço cultural, isso não parece ser o suficiente para que a população tenha o hábito da leitura e evite tantos problemas e situações desagradáveis devido a notícias fantasiosas, as tão polêmicas noticias falsas

Inclusive, professores de grandes universidades afirmam que vivemos em um momento histórico em que há um excesso de material disponível. 

Isso soa preocupante uma vez que nem tudo que acessamos, vem, necessariamente, de uma fonte confiável, e isso é uma novidade de nossa contemporaneidade. Afinal, existe muito acesso ao texto, mas não ao conhecimento.

Segundo a pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil 3”, de 2011, realizada pelo Instituto Pró-Livro (IPL) e dados do Ministério da Educação de 2014, temos informações que se contradizem:

Apesar de mais de 60% da população brasileira considerar o hábito da leitura como uma importante fonte de conhecimento para a vida, um quarto dos estudantes das redes públicas de ensino se encontra no nível mais baixo de avaliação da língua portuguesa.

A média de livros lidos por um brasileiro durante o período de 1 ano é de 2,43, ou seja, menos de 3 livros por ano. 

Se somos conscientes da importância da leitura, qual é o motivo de não termos esse hábito? E essa questão é bem mais profunda do que pode parecer.

É necessário um diagnósitico organizacional, que permita a formulação de estratégias que direcionem o país para bons resultados e ganhos, assim como uma grande empresa que visa o sucesso.

Os grandes desafios da leitura no Brasil

A seguir listamos 5 grandes desafios para a leitura do Brasil. Eles se baseiam, basicamente, em três pilares principais e fundamentais: o governo, os hábitos dos brasileiros e a escola.

  1. O alto preço dos livros

O preço dos livros tem aumentado muito no Brasil, isso mesmo antes da grande alta dos preços do restante dos itens devido à inflação, principalmente nos últimos anos.

Isso ocorre tanto para lançamentos nacionais, devido ao caro processo para publicação e distribuição das obras, quanto internacionais, que contam com diversos outros pontos, como as taxas de importação e a tradução técnica, por ejemplo.

Livros físicos demandam uma equipe de profissionais desde sua elaboração, produção, até sua divulgação. Em contrapartida, como sua quantidade de vendas é baixa, isso tende a aumentar ainda mais os preços.

  1. A falta de bibliotecas acessíveis

Muitas bibliotecas estão fechando por dificuldades de se adaptarem ao novo momento do mercado. Falaremos um pouco mais disso adiante.

Principalmente as bibliotecas públicas que possuem uma enorme importância para a acessibilidade de pessoas carentes e de baixa renda ao mundo da leitura, que também têm sofrido cortes de verbas.

Além disso, a falta de equipamentos como computadores, de uma boa manutenção e inspeção de instrumentos, acaba por sucatear ainda mais esses estabelecimentos.

  1. A falta de incentivo do governo

Infelizmente não temos um governo focado ou mesmo preocupado com a educação, contando com outros assuntos “protagonistas”. Um bom exemplo da situação atual é a extinção do Ministério da Cultura, em 2019.

Isso agrava a situação dos preços dos livros e das bibliotecas em geral, como citamos no tópico anterior. Até mesmo para compreender as ações políticas e governamentais, ler se faz essencial e urgente.

É assim que nos manteremos atualizados e informados, não só sobre a atualidade, mas também sobre a história do país, da humanidade e do mundo.  

No entanto, por mais que o cenário pareça desolador, ler certamente é um ato de resistência, assim como repassar conhecimento.

Em uma analogia com uma alinhador a laser industrial, é lendo que se aquece todo o meio que está em volta, fazendo um sistema funcionar a topo vapor.

  1. As mudanças no mercado 

Devido ao déficit na venda dos livros, o mercado se adaptou de uma forma não muito propícia para o incentivo da leitura.

Atualmente muitas obras já nem contam com versões físicas, apenas digitais. Isso resulta em um acesso ainda menor, uma vez que muitos brasileiros não contam com acesso à internet ou mesmo habilidade para baixar um livro, os chamados analfabetos digitais.

Entretanto, essa mudança auxiliou para o aparecimento de muitos autores independentes, uma vez que sem a publicação física, o processo barateia muito.

O fechamento das livrarias e bibliotecas públicas em cidades do interior também é um reflexo dessas mudanças, dificultando o acesso para milhares de pessoas.

  1. A nossa rotina

A nossa rotina, enquanto brasileiros, também não fica a favor do hábito da leitura. Somos um dos povos que passa mais horas no trabalho em todo o mundo, somando-se ao tempo gasto para o lar, nos locomover e manter cuidados pessoais.

O fato é que não sobra muito tempo para o lazer, as pessoas estão sempre cansadas e indispostas frente a uma rotina atarefada, complicada e muitas vezes turbulenta. O descanso é algo cada vez mais valioso para muitas pessoas.

Além disso, vivemos na era da tecnologia, da rapidez e da globalização da informação. Temos sistemas elaborados de controle de acesso digital, Inteligência Artificial e robótica incluídos em nosso dia a dia.

O consumo de conteúdo por meio de vídeos e áudios aumentou muito, principalmente pelo imediatismo de nossas vidas.

Não podemos dizer que existe certo e errado aqui, existe a realidade em que vivemos. É fundamental que a saúde física, mental e emocional estejam alinhadas para garantir a nossa qualidade de vida, e um bom livro pode ajudar.

Por que a leitura é um desafio para o Brasil?

Os benefícios da leitura

Os benefícios da leitura a curto, médio e longo prazo são diversos. Pontuamos os principais para ressaltar sua importância:

  • Promove o desenvolvimento humano;
  • Proporciona entretenimento;
  • Amplia o conhecimento e enriquece o vocabulário;
  • Aprimora a escrita de redações;
  • Trabalha o senso crítico;
  • Reduz o estresse;
  • Ajuda a desenvolver e lidar com as emoções;
  • Aumento da empatia;
  • Ampliação da criatividade;
  • Minimiza dificuldades acadêmicas.

É por meio do conhecimento e da leitura que se transforma o ensino e se formam mentes pensantes em um mundo contemporâneo rodeado por massivas informações e pensamentos acelerados.

Consideraciones finales

Neste artigo você conferiu quais são os principais desafios da leitura no Brasil e entendeu um pouco mais sobre a delicada situação da educação e da cultura nos dias atuais. 

Entre os principais inimigos estão os altos preços dos livros e as mudanças no mercado, a falta de livrarias e bibliotecas, a falta de incentivo do governo, além de nossos próprios hábitos e rotina.

Este texto fue desarrollado originalmente por el equipo del blog. Guía de inversiones, donde se pueden encontrar cientos de contenido informativo sobre diferentes segmentos.

Deja un comentario