Science Fiction – Learn more + Books

WRITTEN BY

Looking for someone to do your school work, Capstone, Thesis or some other academic work? Click here and make your budget right now!

Science fiction! Se você se considera um nerd, CDF, um geek ou apenas é viciado/apaixonado em tecnologia com certeza já conhece e ama esse gênero!

More to begin with, what is this genre also known as sci-fi?

Today we are going to talk about this topic that is so well known by many, but there is still an immense range of people who are still laymen when it comes to Science Fiction. So we decided to bring a foreseen explanation - however very instructive - on this topic and some of the main works.

So I hope you like it!

Inside the history of science fiction

Esse gênero abrande temas com conceitos de ficção/imaginação, com relação ao futuro, tecnologia e ciência. Foi desenvolvida nos meados do século XIX, e é abreviada como SF, FC, sci-fi or scifi, and is also known as “Literature of Project Ideas”.

Science fiction books are books that include Project Ideas such as: science and humanity. The impacts and consequences that science can bring to our world and coexistence.

And it can also include: Aliens, space travel, time travel, robots, exploration of other planets, as well as fictional planets - not found in our galaxy. & Nbsp; Readings that can open up big questions for readers. Open a world full of imaginations, questions, conscience, and others.

The work in science fiction that was considered the starting point was “Frankenstein, or the Modern Prometheus” written by Mary Shelley in 1817. And it tells the story of a scientist who tries to recreate life based on studies by alchemists who preceded it. Mary is considered the mother of science fiction.

Obviously there are several other works where it is narrated civilizations that use technologies that would be invented more like submarines, airplanes, among other things. That end up not falling into the genre of science fiction, works written by Edgar Allan Poe, Horace Walpolle, and the work New Atlantis by Francis Bacon written in 1926.

After Mary Shelley, Jules Verne (1828-1905) emerged who brings in his works trips to the moon, the center of the Earth and the bottom of the oceans. And then HG Wells (1866-1946) came, with time travel, invisible men, and extraterrestrial invasions.

Sci-Fi Classifications

Isaac Asimov published a study in which it classified the history of science fiction into three periods:

  • Classical era - until 1926;
  • It was Gernsback - 1926 to 1938;
  • Third era - 1938 & nbsp; to the present day.

However, this classification is not restricted only to literary periods but also covers specialized magazines that emerged from the Gernsback Era and the adaptations for TV and cinema that emerged in the Third Age.

However, there are other very different classifications of the history of Science Fiction:

  • Classical Era - 1818 to 1938;
  • Golden Age - 1938 to 1960;
  • New Wave - 1960 to 1980;
  • Cyberpunk Phase - 1980 to the present day.

Some of the main works - Books

Isaac Asimov Foundation Trilogy

The greatest work of the writer Isaac Asimov, the three books that make up the - Trilogy of the Foundation 'Foundation', 'Foundation and Empire' and 'Second Foundation' - were elected, in 1966, the best series of science fiction and fantasy of all. times, surpassing major competitors like The Lord of the Rings, by JRR Tolkien. The trilogy tells the story of mankind, at a distant point in the future, when the visionary scientist Hari Seldon predicts the total destruction of the human empire and all the knowledge accumulated for millennia. Unable to prevent tragedy, he devises a bold plan, in which it is possible to reconstruct the glory of men. If everything goes as planned. This edition is unprecedented in Brazil, because in addition to the new translation, it brings the modifications made by the author in the 1980s, when he decided to integrate all his works in a single temporal continuity. This box contains the books: 'Foundation', 'Foundation and Empire' 'Second Foundation'. Link to buy: Click here

HG Wells' Time Machine

A Máquina do Tempo é o primeiro romance de H.G. Wells. Depois de vários rascunhos e versões, foi finalmente publicado em 1895, quando o autor tinha apenas 29 anos. O livro teve sucesso instantâneo no Reino Unido, e sua fama logo se espalhou por outros países. Chamado de ‘homem de gênio’, considerado um pioneiro, Wells abriu caminho não só para seus livros e sua visão de mundo, mas para novas possibilidades temáticas na literatura. A Máquina do Tempo é o primeiro romance de H.G. Wells. Depois de vários rascunhos e versões, foi finalmente publicado em 1895. O livro teve sucesso instantâneo no Reino Unido, e sua fama logo se espalhou por outros países. Chamado de ‘homem de gênio’, considerado um pioneiro, Wells abriu caminho não só para seus livros e sua visão de mundo, mas para novas possibilidades temáticas na literatura. Link para comprar: Click here

The War of the Worlds

Eles vieram do espaço. Eles vieram de Marte. Com tripés biomecânicos gigantes, querem conquistar a Terra e manter os humanos como escravos. Nenhuma tecnologia terrestre parece ser capaz de conter a expansão do terror pelo planeta. É o começo da guerra mais importante da história. Como a humanidade poderá resistir à investida de um potencial bélico tão superior? Publicado pela primeira vez em 1898, A guerra dos mundos aterrorizou e divertiu muitas gerações de leitores. Esta edição especial contém as ilustrações originais criadas em 1906 por Henrique Alvim Corrêa, brasileiro radicado na Bélgica. Conta também com um prefácio escrito por Braulio Tavares, uma introdução de Brian Aldiss, membro da H. G. Wells Society, e uma entrevista com H. G. Wells e o famoso cineasta Orson Welles — responsável pelo sucesso radiofônico de A guerra dos mundos em 1938 —, que fazem desta a edição definitiva para fãs de Wells. Link para comprar: Click here

Me, Isaac Asimov's Robot

Sensíveis, divertidos e instigantes, os contos de Eu, robô são um marco na história da ficção científica, seja pela introdução das célebres Leis da Robótica, pelos personagens inesquecíveis ou por seu olhar completamente novo a respeito das máquinas. Vivam eles na Terra ou no espaço sideral; sejam domésticos ou especializados, submissos ou rebeldes, meramente mecânicos ou humanizados, os robôs de Asimov conquistaram a cabeça e a alma de gerações de escritores, cineastas e cientistas, sendo até hoje fonte de inspiração de tudo o que lemos e assistimos sobre essas criaturas mecânicas. Link para comprar: Click here

2001. An Odyssey in space by Arthur C. Clarke

No alvorecer da humanidade, a fome e os predadores já ameaçavam de extinção a incipiente espécie humana. Até que a chegada de um objeto impossível, além da compreensão das mentes limitadas do homem pré-histórico, prenunciasse o caminho da evolução. Milhões de anos depois, a descoberta de um enigmático monolito soterrado na Lua deixa os cientistas perplexos. Para investigar esse mistério, a Terra envia para o espaço uma nave tripulada por uma equipe altamente treinada, assistida por um computador autoconsciente. Do passado distante ao ano de 2001, da África a Júpiter, dos homens-macacos à inteligência artificial HAL 9000, penetre a visão de um futuro que poderia ter sido. Uma sofisticada alegoria sobre a história do mundo idealizada pela mente brilhante de Arthur C. Clarke e imortalizada nas telas do cinema por Stanley Kubrick. Link para comprar: Click here

1984 by George Orwell

Winston, herói de 1984, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado. Onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que “só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade: só o poder pelo poder, poder puro”. Algumas das ideias centrais do livro dão muito o que pensar até hoje, como a contraditória Novafala imposta pelo Partido para renomear as coisas, as instituições e o próprio mundo, manipulando ao infinito a realidade. Afinal, quem não conhece hoje em dia “ministérios da defesa” dedicados a promover ataques bélicos a outros países, da mesma forma que, no livro de Orwell, o “Ministério do Amor” é o local onde Winston será submetido às mais bárbaras torturas nas mãos de seu suposto amigo O’Brien. Muitos leram 1984 como uma crítica devastadora aos belicosos totalitarismos nazifascistas da Europa, de cujos terríveis crimes o mundo ainda tentava se recuperar quando o livro veio a lume. Nos Estados Unidos, foi visto como uma fantasia de horror quase cômico voltada contra o comunismo da hoje extinta União Soviética. Então sob o comando de Stálin e seu Partido único e inquestionável. No entanto, superando todas as conjunturas históricas – e até mesmo a data futurista do título . Link para comprar: Click here

William Gibson's neuromancer

O Céu sobre o porto tinha cor de televisão num canal fora do ar. Considerada a obra precursora do movimento cyberpunk e um clássico da ficção científica moderna, Neuromancer conta a história de Case, um cowboy do ciberespaço e hacker da Matrix. Como punição por tentar enganar os patrões, seu sistema nervoso foi contaminado por uma toxina que o impede de entrar no mundo virtual. Agora, ele vaga pelos subúrbios de Tóquio, cometendo pequenos crimes para sobreviver, e acaba se envolvendo em uma jornada que mudará para sempre o mundo e a percepção da realidade. Evoluindo de Blade Runner e antecipando Matrix, Neuromancer é o romance de estreia de William Gibson. Esta obra distópica, publicada em 1984, antevê, de modo muito preciso, vários aspectos fundamentais da sociedade atual e de sua relação com a tecnologia. Foi o primeiro livro a ganhar a chamada “tríplice coroa da ficção científica”: os prestigiados prêmios Hugo, Nebula e Philip K. Dick. Link para comprar: Click here

Pierre Boulle's Planet of the Apes

Em pouco tempo, os desbravadores do espaço descobrem a terrível verdade: nesse mundo, seus pares humanos não passam de bestas selvagens a serviço da espécie dominante… os macacos. Desde as primeiras páginas até o surpreendente final – ainda mais impactante que a famosa cena final do filme de 1968 –. O planeta dos macacos é um romance de tirar o fôlego, temperado com boa dose de sátira. Nele, Boulle revisita algumas das questões mais antigas da humanidade: O que define o homem? O que nos diferencia dos animais? Quem são os verdadeiros inimigos de nossa espécie? Publicado pela primeira vez em 1963, O planeta dos macacos, de Pierre Boulle, inspirou uma das mais bem-sucedidas franquias da história do cinema, tendo início no clássico de 1968, estrelado por Charlton Heston, passando por diversas sequências e chegando às adaptações cinematográficas mais recentes. Link para comprar: Click here

I hope you enjoyed our article!

Remembering that when you purchased a book using our links, you will be helping our blog.

Also read our article Tips to acquire and improve the habit of reading (ON HERE).