10 dicas para manter a motivação nas hora dos estudos

Geschrieben von

Suchen Sie jemanden, der Ihre Schularbeiten, Abschlussarbeit oder andere wissenschaftliche Arbeiten erledigt? Klicken Sie hier und erstellen Sie Ihr Budget jetzt!

DAS Motivation é algo essencial na hora dos estudos, pois sem ela o risco de procrastinação aumenta consideravelmente. E, obviamente, a ela impede de alcançar os objetivos e metas em seus estudos, além de outros malefícios.

Sem dúvidas as técnicas para ajustar a motivação são a chave que pode destravar o caminho e manter os objetivos de estudos em dia. Afinal, quando se trata de estudos, carreira ou outros objetivos, não se pode chegar a lugar nenhum sem uma quantidade boa de motivação.

É importante destacar que há uma diferença entre a motivação para alcançar um grande objetivo e a motivação para estudar diariamente, cumprir as tarefas e trabalhos.

Muitos podem sentir-se motivados para concluir seus estudos e começar na profissão que exerceram, mas lutam para se motivar ao longo de seus estudos. Como se motivar para continuar estudando com entusiasmo e se manter constante?

Veja agora 10 dicas para manter a motivação e arrasar em seus estudos!

  1. Faça uma reflexão sobre seus processos de estudos

Antes de mais nada, reflita e anote tudo sobre seu semestre atual e o anterior. O que correu bem e o que correu mal, o que você perdeu e o que você quer levar com você no próximo semestre, ou em sua nova meta de estudos.

Defina tudo em um papel, pois tudo visualmente fica mais claro, como um laudo spda. E portanto, ao obter uma visão geral do semestre anterior, você pode moldar o próximo e a sua motivação pode dar um start.

  1. Defina metas por etapas

Ao definir metas por etapas para atingir seus objetivos de estudos, tudo torna-se mais fácil na hora de executar os processos, e a motivação vai crescendo à medida em que você realiza cada etapa.

Por exemplo, se você quer passar em um concurso, coloque os dias, horários e tempo em que você vai estudar cada tema, como por exemplo: “segunda-feira: estudar assessoria ambiental das 15h às 16h”, e assim por diante com os outros dias que você se propor a estudar.

Você também pode se recompensar toda vez que atingir seus objetivos. Se você definiu como sua meta do dia ler 20 páginas do plano de estudos e conseguiu completar, pode, por exemplo, assistir ao episódio da sua série preferida.

Mas é importante só se recompensar quando atingir metas diárias, caso contrário não terão nenhum propósito. O mais importante é que esse processo de cargas fracionadas nos horários dos estudos ajudam bastante a alcançar suas metas dentro dessa área específica.

  1. Defina o seu maior motivo para estudar

Algo muito importante para se fazer em seus estudos é pensar e ter em mente o porquê você escolheu estudar. Se você deseja conquistar o emprego dos seus sonhos, empreender e abrir uma confeitaria ou uma empresa de serviços gerais, não importa seu objetivo.

Sempre há uma razão pela qual você escolheu estudar, e pode ser motivador manter isso em mente enquanto estuda. Para isso, crie um quadro com frases e imagens que te lembrem onde você quer chegar, e pendure-o em seu quarto para lembrar disso todos os dias.

Isso te fará lembrar sempre de que você não pode conseguir o emprego dos sonhos ou conquistar qualquer outro objetivo sem concluir seus estudos.

  1. Planeje e organize seus estudos com antecedência

Isso é essencial para ter uma organização maior e conseguir cumprir todas as metas estabelecidas, seja para aprender um conceito simples como impressão em chapa de acrílico ou algo mais complexo e extenso, como os fundamentos da psicologia, isso fará com que você aprenda de verdade.

Além disso, ajudará a não acumular conteúdos e aumentar os riscos de procrastinação.

Logo, é essencial planejar todos os conteúdos que você precisará estudar e dividi-los entre as metas diárias ou fracionadas em seu tempo, como mencionamos no tópico anterior. 

Para isso:

  • Elimine distrações;
  • Defina um local só para seus estudos;
  • Utilize um fichário para organizar as folhas;
  • Use post-its coloridos, marcadores e outros materiais de papelaria;
  • Divida o material de estudos de acordo com tempo disponível;
  • Defina uma margem de tempo para possíveis imprevistos.

Essas dicas são essenciais, dessa forma será possível organizar em seus estudos de acordo com sua realidade, seus gostos e tempo disponível. Tenha sua própria organização, mas não deixe de se organizar de forma real, isso certamente irá evitar frustrações.

  1. Seja ativo durante as aulas

Sentar-se durante uma aula ou palestra e apenas ouvir pode parecer relaxante, mas também é ineficiente a longo prazo. Uma boa aula é de fato muito importante, mas uma só ela será tão útil se você não for ativo.

É preciso fazer anotações, perguntas sempre que possível e discutir alguma coisa do tema para que o cérebro entenda que aquilo é importante e depois você se lembre com mais facilidade. Ao assumir um papel ativo durante as aulas, você aprende mais e a motivação aumenta.

  1. Faça uma lista do que aprendeu no dia

Uma excelente maneira de aumentar a motivação nos estudos e manter a constância é fazer uma lista do que aprendeu no dia, assim você sempre vai querer aumentar essa lista, pois é algo super estimulante.

Até as coisas mais simples, como aprender o conceito e significado de máquina flexográfica, por exemplo, pode ajudar a aumentar seu vocabulário e sua motivação também.

Faça isso e veja como a motivação para schreiben mais alguma coisa que aprendeu no dia o deixará mais motivado para continuar fazendo esse processo. É a verdadeira sensação de domínio e auto-estima.

  1. Repita: a repetição gera perfeição 

O nosso cérebro funciona como um Kalibrierservice, pois realiza os processos neurais específicos para manter os padrões adequados de funcionamento. Ou seja, através de processos neurais bastante complexos o cérebro trabalha para processar e registrar todas as informações importantes.

De forma específica, a repetição nos estudos é essencial para o aprendizado completo e eficiente, uma vez que o nosso cérebro conta com uma divisora de massa branca e cinzenta que realiza os processamentos das informações que chegam até nosso cérebro.

A massa branca, por exemplo, consiste em uma substância gordurosa chamada mielina,

que é a gordura que reveste as vias neurais. A repetição de uma via neural engrossa a famosa “bainha de mielina”, então quanto mais repetimos uma determinada habilidade, mais efetivamente acabamos a fazendo.

Ela engrossa e entende que essa repetição é importante e deve ser feita todos os dias. Incrível, não é? Nosso próprio cérebro pode nos ajudar a criar motivação e consistência nos estudos.

  1. Busque motivação

Talvez a mídia social seja uma das razões pelas quais você não consegue se concentrar em seus estudos. No entanto, as redes sociais podem ser um aliado se você souber utilizá-las. 

Siga usuários relacionados à sua área que postam dicas e truques, e siga pessoas que têm o emprego dos seus sonhos. Se você passa muito tempo nas mídias sociais, essa é uma maneira inteligente de lembrar que você deve chegar aos objetivos toda vez que você entrar nas redes.

Assista documentários, leia biografias e histórias inspiradoras de pessoas que passaram por processo difíceis e complicados na vida, mas que venceram. Isso aumentará sua motivação, pode ter certeza. 

  1. Estude mesmo sem vontade

A motivação não virá todos os dias. É importante você ter em mente que a motivação é algo que te ajuda a estudar, mas diariamente pode ser que você não se sinta motivado para estudar ou cumprir suas tarefas.

Quando isso acontecer, não espere chegar a motivação. Se você fizer um esforço e estudar mesmo sem sentir vontade, pode ter certeza que depois de ter cumprido suas metas do dia sua motivação vai surgir e a sensação será maravilhosa.

Então tente sempre, mesmo sem sentir vontade, que a vontade e motivação irão aumentando.

  1. Acredite sempre em sua capacidade

Muitas pessoas podem se sentir desmotivadas por não acreditarem em seus próprios potenciais, logo não alcançam porque não acreditam, e consequentemente não agem para chegar onde querem.

Mas, acredite, não é historinha, todo mundo que se propõe a alcançar um objetivo pode alcançar se houver dedicação. É preciso, portanto, colocar as emoções e crenças nos lugares totalmente certos e devidos.

Henry Ford afirmou algo muito verdadeiro nessa questão: “Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo.”

Em qual dessas duas coisas você quer acreditar? Escolha uma e defina o que você quer para sua vida! Crie sua própria motivação e não deixe de acreditar que é possível alcançar seus objetivos.

Dieser Text wurde ursprünglich vom Blog-Team entwickelt Anlageleitfaden, wo Sie Hunderte von informativen Inhalten zu verschiedenen Segmenten finden.

Schreibe einen Kommentar