5 dicas para começar a estudar qualquer idioma sozinho

Procurando alguém para fazer seu trabalho de escola, TCC, Monografia ou algum outro trabalho acadêmico? Clique aqui e faça seu orçamento agora mesmo!

Aprender um novo idioma é uma das principais ações que você pode fazer para conseguir se estruturar melhor no mercado de trabalho. Entretanto, o custo de escolas tradicionais de idiomas pode acabar extrapolando seu orçamento, forçando-o a buscar novas alternativas.

Ademais, a concorrência no mercado está cada vez mais acirrada. Por conta disso, muitas empresas acabam favorecendo pessoas que possuem algum diferencial, e entre estes diferenciais, uma das mais relevantes é a habilidade de falar múltiplos idiomas.

Muitas pessoas aprendem a falar inglês desde cedo, e esta é uma língua fundamental para o mercado de trabalho atual, mas muitas vezes não é o suficiente para garantir uma boa vaga.

Neste caso, é preciso ir além e conhecer mais formas de se comunicar em outros idiomas, seja para fazer alguns serviços de contabilidade ou trabalhar com qualquer outra frente do mercado de trabalho.

Então, com o avanço da internet, esse tipo de ação acabou ficando mais simplificado. Ademais, a tecnologia tem sido uma grande aliada do aprendizado autodidata, por vários elementos.

É possível entrar em contato com o idioma através de músicas e vídeos, o que pode facilitar muito a compreensão. Além disso, existem diversos aplicativos que ajudam o aluno a estudar sem a necessidade de um professor tradicional.

Estudar de maneira autodidata dá muito mais liberdade para que você consiga estruturar melhor suas capacidades e compreender melhor as informações em outros idiomas, sejam placas de acessibilidade ou, até mesmo, alguns programas de TV.

Entretanto, é preciso cuidado e atenção para você conseguir se focar no que realmente tem que aprender e evitar desvios no estudo, que podem prejudicar o processo de aprendizado como um todo.

A habilidade de falar múltiplos idiomas é particularmente muito procurada em diversos ambientes, como nos setores de turismo e hotelaria, além de restaurantes de alto nível. Por isso, muitas oportunidades de trabalho se abrem nestes casos.

Dicas para conseguir começar seus estudos

Para conseguir aprender um novo idioma por conta própria e com qualidade, é importante se atentar a alguns pontos.

Embora cada pessoa tenha uma reação diferente, as dicas aqui apresentadas funcionam para diversos casos e podem servir como um norte para você buscar sua promoção em, por exemplo, uma empresa de topografia.

Dessa maneira, você pode compreender melhor e se dedicar a esse tipo de estudo para conseguir resultados mais expressivos.

1.    Defina metas

Aprender um idioma requer dedicação e esforço. Por conta disso, é importante que você consiga identificar seu próprio progresso, sabendo o quanto você é capaz de aprender em um período específico de tempo.

Evite terminologias subjetivas como ser “fluente” em um determinado idioma. Não existe nenhum tipo de foco em fluência, e isso pode acabar frustrando sua ideia de estudos e fazendo-o abandonar seu progresso.

Tenha em mente a sua possibilidade de crescimento e foque nisso para conseguir passar por etapas de aprendizado, que permitirão que você conheça melhor o idioma e se adapte a ele para conseguir explorar todo o seu potencial.

Você pode predeterminar que ao fim de um semestre de estudos será capaz de manter uma conversa simples, de apresentação, além de conseguir falar o básico do idioma caso tenha necessidade.

Isso inclui informações básicas, como descobrir onde está um determinado local, como solicitar água, comida ou banheiro, entre outros detalhes que normalmente são muito úteis para turistas.

A longo prazo, você pode colocar uma data estipulando quando você deve começar a conseguir se comunicar normalmente e manter um diálogo profissional, como uma entrevista em uma empresa de quadro de distribuição.

2.    A força da música

As músicas são uma importante ferramenta para aprender um novo idioma. Em primeiro lugar, a maioria das pessoas gosta muito de ouvir músicas, dos mais variados estilos.

A sensação de prazer de ouvir uma música que você gosta pode ser um impulsionador para aprender novos idiomas. O ideal é começar a acompanhar as músicas que você gosta com a letra em mãos, para compreender a pronúncia e a entonação destas palavras.

Depois, você pode começar a procurar traduções das canções, para compreender aquilo que está sendo dito. Você pode até usar um carimbo de borracha para marcar palavras que achou complicadas.

Entretanto, não tenha vergonha de soltar a voz. Quanto mais você cantar em voz alta junto da canção, melhor conseguirá utilizar aquelas palavras.

Isso permite que você consiga fazer uma leitura menos complicada da música, criando assim um conceito mais próximo do que deseja para o aprendizado do idioma. Tudo isso de maneira divertida e relaxante.

Além disso, quando você se dedica na cantoria, consegue pronunciar as palavras de maneira similar a do cantor, o que permite que você consiga uma melhor estrutura de suas palavras para conseguir compreender o idioma em questão.

Esse tipo de ação é importante não só para sua pronúncia, mas também para sua escrita. Isso porque as palavras nas letras e traduções ajudarão você a identificar uma série de detalhes na escrita que podem ser relevantes para o aprendizado.

Além disso, você pode passar a limpo as letras em um caderno, praticando tanto a escrita quanto a fonética, ao cantar a canção enquanto escreve.

3.    Anotações pela casa

Uma boa maneira para ter gravado em sua mente palavras interessantes e vocabulários de outro idioma é através da prática. Para conseguir fazer isso, você pode contar com a ajuda de marcadores ou etiquetas coladas em diversos ambientes.

Assim, você sempre saberá como falar no idioma que você está estudando alguns termos básicos como:

  • Eletrodomésticos;
  • Móveis;
  • Banheiros;
  • Alimentos variados.

Quando você utiliza estes recursos para conseguir explorar melhor seu vocabulário, acaba colocando em sua rotina esse tipo de palavra.

Isso grava em seu subconsciente o que você quer dizer e permite que seja mais fácil identificar em outra língua quando encontrar o objeto, por exemplo, dentro de um camarim móvel.

Por isso, é fundamental saber aplicar corretamente estas palavras. Em alguns casos, é importante colocar junto do termo o artigo ao qual se refere, para impedir que você se confunda e fale palavras de maneira errada ou de forma que seja difícil compreender.

4.    Contato constante com a língua

Para conseguir fixar em sua mente um novo idioma, é necessário contato constante. O ideal é que você estude o idioma durante cinco horas de seu dia. Entretanto, a maioria das pessoas sabe que este tipo de ritmo é impossível, dado as necessidades do dia.

Ainda assim, é importante que você dedique alguma parte de seu dia para o aprendizado da língua. Dessa forma, você conseguirá identificar seu progresso ao aprender o novo idioma, o que também vai ajudar com sua disciplina.

Uma boa forma de estar sempre em contato com o novo idioma que você está tentando aprender é através de programas de rádio ou podcasts sobre, por exemplo, soluções em internet. Assim, você pode fazer várias outras atividades enquanto escuta estes programas.

Quanto mais você conseguir explorar estes recursos, mais rápido será seu progresso, e isso é algo que você consegue identificar com um aprendizado direto e constante para aplicar em seus estudos.

5.    O poder da internet

O mundo como conhecemos mudou. A transformação digital fez com que as pessoas ficassem muito mais conectadas, e que usuários de internet ao redor do mundo pudessem trocar informações e experiências.

A utilização de redes sociais, por exemplo, é um grande apoio na hora de aprender um idioma. Além de você conseguir um contato direto com uma pessoa que fala nativamente a língua, existem várias atividades que você pode realizar enquanto estiver online.

Participar de grupos de discussão e reuniões de assuntos do seu interesse pode ser uma excelente maneira de praticar. Além disso, existem muitos vídeos que ajudam com pronúncia ou outras atividades, que você pode identificar por conta própria.

Ademais, nas redes existem grupos específicos para pessoas que estão tentando aprender um idioma sozinhas, onde você pode encontrar uma série de dicas e apoios para conseguir explorar o consumo dessa língua, por exemplo, aprendendo sobre elementos de fixação.

Ali, é possível até mesmo escrever suas principais dúvidas, que, com certeza, alguém mais habilitado naquele idioma identificará sua necessidade e o ajudará, permitindo que você consiga uma exploração melhor de suas habilidades.

Considerações finais

Aprender novos idiomas pode ter muitas aplicabilidades. Seja para conquistar um novo emprego ou tentar ganhar uma promoção, para conseguir se comunicar ao viajar para um novo país ou simplesmente porque você tem interesse em aprender.

O importante é que você comece a estudar, procure as fontes certas de aprendizado e mantenha seu foco para conseguir conquistar resultados muito mais satisfatórios para sua carreira e seu crescimento pessoal, tudo isso sem parar de se divertir no processo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.